Máscaras podem prejudicar nossa saúde bucal?

By 16 de setembro de 2020 Notícias

Máscaras podem prejudicar nossa saúde bucal?

 

A pandemia provocada pela Covid-19 alterou nossas vidas de forma significante. Além do isolamento social e da intensificação das medidas de higienização, as máscaras passaram a ser itens obrigatórios Afinal, esse acessório representa uma barreira física de proteção para quem usa e para as pessoas com quem tem contato. A função das máscaras é evitar a contaminação por agentes infecciosos, presentes nas gotículas de saliva, tosse e espirros. Elas protegem boca e nariz, que são os principais canais de acesso do coronavírus ao nosso corpo. Entretanto, embora essencial, o uso das máscaras por longos períodos de tempo pode ser um incômodo.

 

Veja também:

Baixa imunidade e saúde bucal

Gestante na quarentena? Cuide de sua saúde bucal

Covid-19: por que grupo de risco deve cuidar das gengivas

 

Mais do que esconder as expressões faciais e afetar a comunicação, as máscaras trazem algumas outras desvantagens. Por exemplo, quando úmidas pelo suor podem provocar alguns problemas na pele, como acnes nas bochechas e no queixo. De qualquer forma, algumas precauções devem ser tomadas para garantir a prevalência dos efeitos positivos dessa medida de proteção.

Como usar máscaras de forma segura?

Devemos estar atentos a alguns alertas em relação ao uso das máscaras de proteção contra a Covid-19. Em primeiro lugar, a higienização das mãos antes de colocar a máscara é fundamental. Além disso, devemos:

  • Colocar a máscara segurando pelos elásticos;
  • Posicionar o acessório de forma a cobrir bem o nariz e a boca e vedar a área do queixo e laterais;
  • Limpar as mãos com álcool em gel antes de consertar a posição da máscara, durante o uso;
  • Não tocar a parte da frente da máscara;
  • Não deixar a máscara no queixo ou pendurada nas orelhas, para evitar o contato da parte externa com a boca e o nariz;
  • Ao tirar a proteção, não colocar a máscara em qualquer lugar, pois pode estar contaminado;
  • Trocar por um acessório limpo a cada duas horas ou quando espirrar ou tossir.

Essas medidas são necessárias para não comprometer a eficácia das máscaras como barreiras protetoras. Pessoas que precisam usá-las de maneira contínua devem ter, de reserva, algumas unidades limpas e bem acondicionadas.

O uso de máscaras e a saúde bucal

No quesito saúde bucal, sabemos que a higienização e as rotinas diárias de prevenção são fundamentais. Um grande problema das máscaras é criar obstáculos a esses procedimentos. Outra desvantagem é a tendência das pessoas a respirar mais pela boca do que pelo nariz, durante o seu uso.

A respiração pela boca provoca ressecamento, aumentando a probabilidade de cáries dentárias e problemas na gengiva. A saliva, por suas propriedades, é essencial no combate às bactérias nocivas que causam as cáries.

Por outro lado, as máscaras também contribuem para a diminuição no consumo de água ao longo do dia. De fato, as pessoas deixam de beber água pelo inconveniente de ter que tirá-las da maneira correta. A água, além de hidratar, é fundamental para a limpeza da boca e para evitar o mau hálito.

Mantendo a saúde bucal apesar do uso das máscaras

Embora desconfortáveis, as máscaras são vitais para a proteção contra a Covid-19. Portanto, devemos nos adaptar e aprender a manter hábitos saudáveis, apesar delas.

Higienização após as refeições

Quem trabalha em ambientes onde o uso das máscaras é indispensável, deve reservar um tempinho para cuidar da saúde bucal. Resíduos alimentares e boca seca podem causar mau hálito, cáries e doenças gengivais. Escovar os dentes por alguns minutos e passar o fio dental são indispensáveis para preservar a saúde bucal.

Com a utilização das máscaras, a higiene oral deve se tornar ainda mais uma prioridade. Escovação de manhã e após as refeições e o uso do fio dental são os maiores aliados de uma boca saudável.

Máscaras sempre limpas

Se a tendência é respirar pela boca, é natural a presença de suor, gotículas de saliva e bactérias na máscara. Portanto, é recomendável a troca frequente do acessório ao longo do dia.

Pausas no uso das máscaras

É muito importante um pouco de ar fresco na boca e no nariz, nem que seja por alguns instantes. Podemos respirar algumas vezes, sem a proteção, durante o deslocamento, na rua ou em um espaço amplo. Apenas devemos ter o cuidado de higienizar as mãos, ao tocar na máscara.

Água é vida

Devemos beber água em intervalos regulares, após as refeições, lanches e bebidas açucaradas. Esse hábito mantém o corpo hidratado, ajuda na imunização e protege a boca de manchas, mau hálito e cáries dentárias.

O novo coronavírus ainda não tem vacina e os riscos de contaminação e contágio são bastante altos. As medidas de proteção continuam sendo nossas únicas armas contra a doença causada por ele. Dessa forma, devemos seguir nos protegendo, usando máscaras e tomando todos os cuidados necessários.

A Uniodonto Uberlândia está ao seu lado sempre. Pode contar conosco. Acesse nosso site e contrate online o melhor plano odontológico para você e sua família.

 

Leave a Reply