O que é preciso para quebrar um dente?

By 30 de janeiro de 2019 abril 1st, 2019 Notícias

Você conhece a escala de Mohs? Desenvolvida pelo alemão Friedrich Mohs em 1812, ela representa uma base para classificação dos minerais de acordo com sua dureza. A escala tem 10 minerais, desde o Talco, cuja dureza é 1 até o Diamante, com grau de dureza igual a 10.

Todos os outros elementos são classificados tomando-se como parâmetro de comparação cada elemento da tabela. Pois bem, o esmalte dos dentes pode chegar até o nível 8 da escala de Mohs. Esta medição é possível pela grande quantidade de compostos inorgânicos presentes no esmalte, contra apenas 1 a 2% de matéria orgânica e 3%, no máximo, de água. Fortes, não? Sendo assim, o que é preciso para quebrar um dente?

Vários fatores concorrem para a perda da dureza de um dente e sua consequente quebra ou ruptura. Ação mecânica, escassez de cálcio e alimentação inadequada estão entre os mais frequentes.

Se você sente que seus dentes estão frágeis, quebrando sem motivo, pode ser que eles tenham micro fraturas ou trincas. Ao morder ou mastigar algum alimento mais sólido, a pressão nas pequenas falhas pode quebrar o dente.

 

Leia também:

O que é bruxismo dentário: principais causas, sintomas e tratamento

5 cuidados para pessoas com restauração dentária

Por que eu tenho dentes sensíveis?

 

Principais causas do surgimento de micro fraturas ou trincas nos dentes

Cáries

As cáries enfraquecem a estrutura dos dentes. Se não forem tratadas, podem gradativamente torna-la mais frágil, aumentando o risco de fraturas. Por outro lado, os tratamentos para os processos cariosos, que são as restaurações e os tratamentos de canal, podem criar novos problemas.

Restaurações antigas e desgastadas favorecem a ocorrência de infiltrações e fissuras, colocando o dente em uma situação similar de perigo. E os tratamentos de canal, por retirarem a essência dos dentes, que é a sua polpa, obviamente deixam-nos mais frágeis em relação a uma dentição natural.

Mordida Cruzada ou Má Oclusão

Os tratamentos para alinhamento dos dentes, muito mais do que simples procedimentos estéticos, previnem as fissuras e quebras, promovendo a harmonização das cargas dentárias.

Desgaste natural

Como tudo que existe, os dentes sofrem desgaste com o tempo, tornando-se mais fracos. Uma boa higiene bucal diária e permanente e aplicações de flúor são efetivas formas de prevenção.

Bruxismo

Bruxismo é o hábito inconsciente de apertar e ranger os dentes, especialmente durante o sono. Com a pressão da mandíbula, que tem uma força muito grande, o atrito na estrutura dentária pode provocar trincas e até mesmo quebrar um dente, sem que a pessoa perceba.

Alimentação

Alimentos e bebidas ácidos e o excesso de açúcar na alimentação causam desgaste no esmalte, aumentando a sensibilidade e enfraquecendo os dentes.

Outros fatores

O hábito de roer unhas e morder objetos, a escovação incorreta com força excessiva. o estresse e a forma de mastigação podem também contribuir para o aparecimento de fraturas nos dentes.

Uma condição bastante complicadora é a combinação de dois ou mais fatores, resultando numa aceleração e agravamento dos problemas de enfraquecimento.

Como evitar o desgosto de quebrar um dente

A primeira e mais importante providência é a rotina de limpeza. A força de um dente é totalmente dependente de bons hábitos de higiene. Visitas periódicas ao dentista para avaliação e manutenção completam a receita de prevenção. Nelas, o dentista verificará a necessidade ou não de aplicações de flúor e as evidências de fissuras e de tensão na arcada, podendo intervir antes que complicações aconteçam.

Uma alimentação balanceada e rica em cálcio, com a ingestão de leite e derivados, espinafre e peixes, contribui para manter a dureza e a força dos dentes.

Se você sofre com o bruxismo deve buscar equilíbrio emocional utilizando técnicas de relaxamento e afins. Para proteger os dentes, o dentista indicará placas que deverão ser usadas nas situações em que a tensão nos maxilares acontece, preferencialmente à noite, para dormir.

O que fazer ao quebrar um dente

O primeiro passo é procurar o dentista imediatamente. O pedacinho do dente quebrado deve ser mantido imerso em soro fisiológico ou na própria saliva, para que o profissional verifique a possibilidade de recolocação. Em caso de impossibilidade, o tratamento pode envolver desde uma restauração até a extração completa e implantação de prótese dentária.

Não se esqueça: não existe herança de dentes fracos. É importante estar consciente e bem informado. Veja mais conteúdos úteis para você e sua saúde bucal no blog da Uniodonto Uberlândia.

 

Leave a Reply