Por que a alimentação moderna é uma forte aliada dos convênios odontológicos?

By 1 de agosto de 2019 Notícias

Por que a alimentação moderna é uma forte aliada dos convênios odontológicos?

convênios odontológicos

 

Qual a relação entre a alimentação e os convênios odontológicos? Simples! Uma má alimentação, com baixos níveis de nutrientes, diminui a resistência a infecções, tanto no organismo como um todo, quanto em locais como a cavidade oral. Considerando ser a boca o primeiro contato com o alimento, serão também os dentes e gengivas os primeiros atingidos pela agressão dos nutrientes ruins. A rotina do ser humano na era do fast food e da falta de tempo tende a repetir sistematicamente os maus hábitos na alimentação. Em consequência, os problemas na boca passam a ser recorrentes. Para conseguir arcar com o custo dos tratamentos, o caminho mais seguro e eficiente é o dos convênios odontológicos.

O Blog da Saúde, do Ministério da Saúde, deixa bem claro: “É importante ressaltar que doenças da boca têm relação direta com o fumo, o consumo de álcool e a má alimentação. Estudos científicos também comprovam que a saúde bucal tem íntima relação com a saúde geral, pois a boca interage com todas as estruturas do corpo”.

 

Veja também:

Por que o açúcar faz tão mal aos dentes?

Como manter dentes saudáveis com a rotina estressante do Século XXI?

Mascar chicletes e sua saúde bucal

Como funciona a perícia em plano odontológico

 

Nutrição e Saúde Bucal

Esta relação é mais forte do que normalmente se pensa. Tudo o que se come influencia na saúde dos elementos bucais, especialmente dentes e gengiva. Os alimentos podem evitar ou provocar o aparecimento de doenças bucais, assim como desgastar ou fortalecer os dentes.

Dieta balanceada

convênios odontológicosUma nutrição balanceada consiste em uma alimentação equilibrada, que forneça ao organismo os nutrientes necessários para a manutenção da saúde. Uma boa dieta deve incluir alguns tipos de alimentos que funcionam como limpadores, atuando sobre a superfície dental e eliminando resíduos. Por exemplo, a pera, a maçã, a cenoura e a laranja.

Deve também fornecer ao corpo alguns minerais, como o cálcio e o fósforo, que estão presentes em leite e derivados, cereais integrais, castanhas, vegetais verde escuros, leguminosas e carnes. Da mesma forma, vitaminas, imprescindíveis ao organismo, que são encontradas nas frutas e verduras cruas, carnes e ovos.

Outro fator importante é a consistência do alimento. Quanto mais difícil de ser removido dos dentes, mais deve ser evitado.

Hábitos modernos de alimentação

A vida moderna estimula a comer cada vez pior, com a influência da publicidade e da turbulência diária, que demanda rapidez em todas as ações. O consumo de alimentos ricos em fibras e vitaminas vem sendo substituído pelo de alimentos industrializados. Estes contêm gorduras e carboidratos em excesso, que facilitam a formação de placas e ameaçam a saúde bucal.

O estresse, o fumo, o álcool e as deficiências nutricionais vão minando o sistema imunológico. Os alimentos estão mais macios e pegajosos, exigindo menos mastigação e reduzindo a produção de saliva, que é um processo essencial de limpeza natural da cavidade oral.

Como se resguardar dos principais vilões da alimentação moderna

  • Evitar refrigerantes, café, balas, e guloseimas, especialmente entre as refeições;
  • Evitar alimentos pastosos e grudentos, como as barras de cereais e os sanduíches;
  • Aguardar ao menos meia hora antes de escovar os dentes, após ingerir alimentos ácidos;
  •  Evitar o açúcar, principalmente à noite. Observar, inclusive, os medicamentos que contém esse componente, como xaropes e glóbulos homeopáticos.

Os convênios odontológicos auxiliam na prevenção e no planejamento financeiro

convênios odontológicosEntão, voltando ao início deste post, chegamos novamente à conveniência dos convênios odontológicos. O melhor caminho para a saúde é, seguramente, o de restabelecer os bons hábitos alimentares. Porém, muitas vezes isso não é possível.

Para proteger a saúde bucal e conservar a beleza do sorriso, apesar dos tempos modernos, a saída passa pela prevenção e pelos cuidados frequentes e sistemáticos. A higiene bem feita, com 3 escovações diárias e o uso do fio dental, é indispensável. No entanto, não é suficiente.

 

Como tirar o máximo proveito dos convênios odontológicos

Os convênios odontológicos criam comodidade, ao disponibilizarem o acesso continuado, a partir de pagamentos de parcelas mensais. A escolha de um plano seguro, com uma boa cobertura, cria a oportunidade de manter em dia a saúde bucal de toda a família, dentro de um orçamento planejado.

A organização em pagamentos mensais permite uma maior frequência ao consultório dentário, sem gastos inesperados. Isso resulta na possibilidade de se manter uma rotina preventiva, com os exames periódicos, as limpezas e as aplicações de flúor.

A diversidade de profissionais e clínicas credenciadas permite preferências pessoais e facilidades de locomoção. Além disso, inúmeros procedimentos são disponibilizados, dependendo da cobertura contratada. Limpeza, tratamento de cáries e canais, restaurações, procedimentos estéticos e atendimentos de emergência podem estar incluídos no plano.

O aumento na frequência e a implantação de uma rotina de visitas acaba sendo uma consequência da utilização dos convênios odontológicos. Dessa forma, mantém-se a saúde bucal e garante-se a boa aparência, alcançando mais bem estar e elevação da autoestima.

Por fim, uma última e gratificante vantagem é a de se evitar grandes e dolorosas intervenções, devido ao acompanhamento preventivo. Enfim, na realidade, são os convênios odontológicos os grandes aliados do ser humano contemporâneo e sua alimentação moderna.

 

Veja mais conteúdos relevantes no Blog da Uniodonto Uberlândia e contrate online o plano odontológico ideal para você e sua família.

Leave a Reply