Sensibilidade nos dentes: Entenda

By 7 de novembro de 2018 março 13th, 2019 Notícias

Não existe apenas uma causa para a sensibilidade nos dentes. Ela acontece quando há um desgaste no esmalte do dente, expondo a dentina, camada que possui prolongamentos do nervo, responsável pela dor provocada por choque térmico. É aquela situação na qual  a pessoa, ao tomar um café quente ou um sorvete gelado, se pergunta: será que tenho dentes sensíveis?

Porém, a sensibilidade nos dentes é um problema normalmente temporário, causado por dois motivos. Um deles é a retração gengival. A gengiva, quando retraída por algum motivo, necessita de um enxerto para recuperar a parte perdida, uma vez que ela não se recompõe. Neste caso, a intervenção de um profissional é necessária e urgente. Recuperando-se a gengiva cessa a sensibilidade nos dentes.

Quando a dentina está exposta, alimentos muito frios ou muito quentes provocam alterações no nervo, que causam a dor.

O segundo motivo é a realização de algum procedimento de clareamento dental. O tratamento gera alguma irritação nas células pulpares, que existem dentro dos dentes, provocando a sensibilidade. Um bom agente clareador e o dimensionamento das aplicações, bem acompanhadas por um bom dentista, reduzem essa reação, que, de qualquer forma, é passageira.

 

Mas não tenho problema nas gengivas nem fiz clareamento dental, então por que tenho dentes sensíveis?

A questão é que os dentes não são sensíveis, eles podem estar sensíveis. Cáries e restaurações com infiltração podem provocar dor com a ingestão de alimentos quentes ou gelados. Entretanto, se depois de consultar o dentista, ele confirmar que nenhuma destas ocorrências é a causa da sensibilidade em seus dentes, fique atento aos seis hábitos que listamos a seguir.

 

Hábitos que deixam os dentes sensíveis

 

Escovar os dentes com muita força

Escovar exageradamente forte e muitas vezes ao dia provoca desgaste do esmalte e exposição da dentina. A escovação ideal é feita sem pressão, com movimentos suaves e curtos, numa média diária de 3 vezes.

Usar os dentes como ferramenta

O costume de abrir garrafas ou cortar embalagens com os dentes coloca em risco a integridade deles. Pequenas lascas na dentição tiram a proteção do esmalte, deixando a dentina desprotegida.

Bruxismo

O bruxismo é o hábito inconsciente de apertar e ranger os dentes, provocando desgaste. Apesar de ser involuntário e incontrolável, ocasionado na maioria das vezes por estresse, provoca perda do esmalte, exposição da dentina e estragos nos dentes que são friccionados. Não há controle, mas o uso de uma placa protetora pode prevenir os danos, que podem, às vezes, ser severos.

Usar enxaguante com pH ácido

O uso de enxaguante bucal não é alternativa para a escova e o fio dental na limpeza efetiva dos dentes. Por este motivo, deve ser recomendado pelo dentista e usado da forma correta. Os enxaguantes com pH ácido agravam a sensibilidade dos dentes.

Consumir muito refrigerante e alimentos ácidos

Com o tempo, o consumo excessivo de refrigerantes, vinagres, frutas e alimentos ácidos desmineralizam os dentes, expondo áreas sensíveis. A sensibilidade aumenta ainda mais com a escovação em seguida ao consumo, devido ao atrito da escova com as partes expostas.

Descuidar da higiene bucal

A higiene bucal diária consiste em 3 escovações de 2 minutos com creme dental que não contenha elementos abrasivos e o uso do fio dental pelo menos 1 vez ao dia. Esta prática evita que a gengiva se retraia e deixa os dentes sempre limpos, prevenindo as cáries. Complementando, a limpeza geral deve ser feita no dentista de 6 em 6 meses.

 

Não tenho nenhum destes hábitos, mas tenho dentes sensíveis. O que fazer?

No caso de os dentes realmente serem sensíveis, existem recursos que o dentista poderá indicar para aliviar o desconforto. Cremes dentais especificamente formulados para proteger o esmalte dos dentes e a aplicação de vernizes fluoretados são algumas das opções para o alívio da sensibilidade nos dentes.

Saiba mais sobre problemas e tratamentos dentários no nosso blog

http://uniodontouberlandia.com.br/blog/

Leave a Reply