Qual é o trabalho de cada dente?

By 4 de dezembro de 2019 dezembro 16th, 2019 Notícias

Qual é o trabalho de cada dente?

A boca é uma parte do organismo que possui funções primordiais para o ser humano. Dentro da boca existem vários componentes com funções específicas para que todo o sistema funcione de forma perfeita. Os mais visíveis são os dentes, órgãos de consistência dura, cor clara e compostos por minerais. A principal função dos dentes é a mastigação dos alimentos. Os seres humanos possuem duas dentições: a de leite, ou decídua, e a permanente. A primeira dentição acontece em torno dos seis meses de idade e é mais branca, justificando o seu nome popular. O nome decídua vem do latim e significa “que cai”, porque seus vinte dentes são substituídos pela nova dentição, a partir dos seis anos. A dentição permanente possui trinta e dois dentes e, a seguir, vamos falar sobre o trabalho de cada dente.

 

Veja também:

Como usar fio dental corretamente?

5 curiosidades sobre dentição humana

Por que tenho dentes amarelados?

Os segredos para cuidar dos dentes de leite

 

Como em uma linha de produção, os dentes trabalham em conjunto, mas com funções distintas. Alguns cortam o alimento, outros picam em pedaços menores e há os que moem e trituram até que se forme o bolo alimentar. A falta de qualquer um deles pode prejudicar a nutrição, pois interfere na quebra do alimento em elementos nutricionais.

Função e trabalho de cada dente

 

Os dentes se organizam na boca em dois arcos, inferior e superior, que são as arcadas dentais. As arcadas são espelhadas, ou seja, possuem a mesma configuração em seus dois lados. São dezesseis unidades dentárias em cada arcada, classificados por posição e função. Para as tarefas específicas de preensão, incisão, dilaceração e trituração, são utilizados os dentes incisivos, caninos, pré-molares e molares.

 

Dentes Incisivos

Este grupo possui oito peças, quatro em cada arcada, que se posicionam no centro frontal da boca. São geralmente os primeiros a entrar em contato com o alimento e têm a função de cortá-lo em parte menores. Possuem borda cortante e estão logo atrás dos lábios, que servem como suporte de contenção.

Dentes caninos

Os caninos seguem os incisivos na ordem de posição nas arcadas. São quatro dentes, dois superiores e dois inferiores, e servem para rasgar e reduzir o alimento em partes menos compactas. Possuem um volume maior do que os frontais (incisivos) e sua borda é pontiaguda.

Tanto os dentes caninos quanto os incisivos têm influência decisiva na estética buco-facial. De fato, a falta de um ou mais destes dentes provoca alterações no esqueleto facial e nas partes moles circunvizinhas. O que significa que, por exemplo, lábios e bochechas perdem seu suporte e pendem para dentro do espaço desocupado.  

Dentes Pré-molares

Os pré-molares e os molares funcionam como mós de moinhos, de onde vem o nome, triturando os alimentos. Os pré-molares estão logo depois dos caninos e possuem saliências e sulcos em sua face superior, facilitando o trabalho de cada dente. Somam oito, quatro em cada arcada, dois de cada lado.

Dentes Molares

Como os anteriores, os molares servem para triturar e mastigar os alimentos, finalizando o bolo alimentar. Com características mais robustas, as formas em sua coroa são mais complexas e potentes, reduzindo bastante as partículas alimentares. Ao todo são oito, divididos nas duas arcadas. Ou doze, se contarmos os dentes sisos.

Dentes Sisos ou Terceiros Molares

São quatro e surgem no final da adolescência sendo, por isso, chamados dentes sisos, ou seja, dentes do juízo. São os últimos a nascer e, normalmente, precisam ser retirados. Isso acontece por apontarem de forma irregular ou por não haver espaço para eles nas arcadas.

Entretanto, na dentição de leite não existem pré-molares nem terceiros molares. Cada arcada é composta por quatro incisivos, dois caninos, e primeiro e segundo molares de cada lado, totalizando vinte dentes.

Os dentes fazem parte do Sistema Digestivo

A boca é o primeiro estágio do processo digestório. Uma boa digestão começa com uma mastigação eficiente e uma trituração adequada. A absorção de nutrientes depende da quebra do alimento na boca em pedaços suficientemente pequenos. Este é o trabalho de cada dente.

A ação das enzimas digestivas não atinge as partes internas de pedaços maiores, que serão descartadas sem que haja aproveitamento. Dessa forma, muitos nutrientes, vitaminas e sais minerais deixarão de ser utilizados pelo organismo. Portanto, a perda de um ou mais dentes, além de ser antiestética e incômoda, é também prejudicial à saúde geral do indivíduo.

Cuidados para a conservação da saúde dental

Para que os dentes permaneçam com suas funções ativas até a velhice, são necessárias medidas de higiene e prevenção. A escovação completa após as refeições, no mínimo três vezes ao dia, e o uso do fio dental são indispensáveis. Além disso, é bastante recomendável fazer uma limpeza no consultório e passar por uma avaliação profissional de seis em seis meses.

Preserve o trabalho de cada dente de sua boca com bons hábitos de higiene e com a ajuda dos profissionais credenciados da Uniodonto Uberlândia. Contrate on line o melhor plano odontológico para você e sua família.

Leave a Reply