A prótese parcial removível é a solução para o meu caso?

A prótese parcial removível é uma armação metálica com dentes artificiais que substituem os naturais, ausentes devido a perdas. É uma solução muito utilizada, com aplicações bastante amplas, embora com algumas limitações. Mesmo sendo uma alternativa móvel, a prótese parcial removível é encaixada com segurança à boca, por meio de grampos. Por esse motivo e pela agilidade do tratamento, esta pode ser uma ótima opção, segura, prática e rápida. Afinal, em muitas ocasiões, os implantes e as próteses dentárias fixas podem estar impossibilitados ou serem muito complexos e demorados.

 

Veja também:

6 doenças que afetam a saúde bucal

O que você sabe sobre limpeza dentária feita no consultório?

Minha coroa caiu! Veja o que fazer antes de correr para o dentista

 

As próteses têm a função de recuperar forma, função e aparência dos dentes na boca. Em especial, a prótese parcial removível é indicada em casos de perda de mais de um elemento dentário. Ou, então, nas situações em que a prótese fixa não é possível ou não é indicada para o paciente.

Toda prótese parcial removível tem grampos?

Os grampos funcionam como ganchos que se prendem a outros dentes naturais, para fixação e estabilização da prótese. Portanto, a prótese com grampos necessita de dentes adjacentes saudáveis para se apoiar.

Porém, o modelo com grampos não é a única opção de prótese parcial removível. O acessório também pode ser encontrado sem os grampos, no estilo de dentaduras, ou ainda com molas de encaixe ou clipes.

Abaixo estão alguns modelos de prótese parcial removível, de acordo com o tipo de retenção e suporte:

Apoiada sobre dentes

Essa técnica restabelece a estética aproveitando a existência de dentes naturais nas regiões posteriores das arcadas, para apoio dos grampos. Nesse caso, a adaptação é fácil e existem poucos riscos de fraturas ou alterações na posição dentária.

Apoiada sobre dentes e gengivas

Indicado para situações em que as perdas dentárias têm extremo livre, sem dentes de apoio. Normalmente, os pacientes possuem apenas os dentes anteriores preservados. Esse modelo tem grampos mais volumosos e é mais desconfortável.

Com encaixes de precisão

Os encaixes são internos à prótese dentária fixa em porcelana, eliminando os grampos metálicos. É bastante estável e eficiente, porém mais cara e trabalhosa, pois exige a refação das coroas a cada troca de trabalho.

Prótese flexível

Confeccionada em acrílico flexível na cor dos dentes e gengivas, é uma técnica mais cara e com indicações mais específicas.

Estrutura e grampos transparentes

Nesse caso, o metal é substituído por acrílico resistente e transparente. Por possuir baixa durabilidade e ser pouco funcional, não é indicada.

Apoiada sobre implantes ósseos

Conhecida há quase 30 anos, a técnica foi abandonada e substituída pela colocação de próteses dentárias fixas.

Quando a prótese parcial removível é indicada?

Em primeiro lugar, é uma alternativa que possibilita conforto para o paciente, que pode retirá-la quando quiser. Além disso, quando o nível ósseo é muito baixo, impossibilitando um implante, é a solução ideal. Os problemas periodontais presentes, como a gengivite, também podem favorecer essa escolha.

A prótese parcial removível, conhecida muitas vezes por ponte móvel, é a forma mais antiga de recolocação de dentes. Há 70 anos esse acessório tem recuperado a estética do sorriso e a função mastigatória de inúmeras pessoas.

Cuidados com a prótese parcial removível

Durante o período de adaptação, é necessário o acompanhamento profissional da acomodação da prótese na boca. Algum incômodo é previsível, mas feridas e dificuldades na alimentação são sinais indicativos da necessidade de avaliação do tratamento.

A prótese parcial removível deve ser retirada sempre após as refeições, para higienização, e ao dormir. Entretanto, os movimentos devem ser feitos com calma e atenção, para evitar a quebra do acessório ou dos grampos. Na alimentação, o paciente deve evitar alimentos muito duros ou crocantes, que possam deslocar a prótese, machucando as mucosas.

Porém, o cuidado mais importante é a higienização bem feita. As bactérias são atraídas pelo acessório e pelos resíduos de alimentos, causando acúmulo de placa bacteriana. O dentista deve ser consultado sobre as práticas de higiene mais adequadas ao novo perfil bucal.

E então, conseguiu identificar se a prótese parcial removível é a melhor solução para você? Consulte os profissionais da Uniodonto Uberlândia. Acesse o site, escolha o plano ideal para você e sua família e fique seguro.

Leave a Reply