Alcançar e manter o sorriso saudável demanda cuidados diários e acompanhamento médico. De acordo com especialistas, cerca de 90% das crianças brasileiras precisam de correção dento-facial devido à mordida e dentes desalinhados. O uso de aparelho ortodôntico é o mais indicado para colocar a arcada dentária no eixo.

A estrutura metálica pode dificultar a higienização dos dentes.  É necessário fazer a limpeza corretamente para evitar :  cáries, tártaro e manchas no dente. Assim, para deixar o aparelho ortodôntico livre de qualquer resíduo alimentar, são necessários cuidados e itens especiais. Você conhece quais são?

Cuidados com a limpeza de aparelho ortodôntico

Aposte na limpeza básica dos aparelhos móveis
Não há muito segredo para limpar aparelhos ortodônticos removíveis. Uma escova de dentes de cerdas macias e pasta comuns são suficientes para retirar os resíduos orgânicos da estrutura. Lembre-se enxaguar com água corrente e nunca consumir ou lavar com líquidos quentes, pois, há risco de danificação do material.

Opte pelas escovas adequadas
O aparelho ortodôntico fixo demanda itens especiais. Como a estrutura metálica está presa ao dente, a escova comum não alcança toda a superfície dos dentes. Existem vários tipos de escova no mercado que são mais adequadas para a limpeza.

 

Você pode se interessar também:

Como é uma consulta odontopediátrica?

Conheça as principais especialidades em Odontologia

15 males que podem ser evitados com consultas regulares ao dentista

Como funciona a perícia em plano odontológico?

 

A escova ortodôntica é a mais indicada devido à distribuição dos pelos. Ela possui cerdas de tamanhos desiguais em formato em “V” formando uma canaleta central, que faz desnecessária o uso da força na escovação, pois, as fibras sintéticas se encaixam nas laterais dos dentes e do aparelho, contribuindo para limpeza efetiva. Os movimentos devem ser feitos de baixo para cima e de cima para baixo e não esquecer de limpar a parte anterior dos dentes.

Já o modelo interdental tem cerdas macias em formato cônico ou cilíndrico e sua forma permite que seja colocado atrás do fio metálico que constitui o aparelho, entre os braquetes, e entre os dentes de forma superficial — logo, não substitui o uso de fio dental.

Se braquetes continuarem sujos após a higienização, há ainda as escovas unitufos, com as fibras agrupadas na cabeça em formato redondo, ideal para escovar cada estrutura metálica individualmente. O paciente deve aliar o uso das três escovas para manter os dentes limpos.

Utilize itens auxiliares
Utilizar o fio dental fica um pouco complicado para quem usa aparelhos ortodônticos fixos. Contudo, é só ter paciência e prática para realizar esta tarefa imprescindível para evitar cáries e acúmulo de placa bacteriana entre os dentes. O mais indicado é usar um “passa fio”, item que se assemelha a uma agulha de plástico, e auxilia a transpassar o fio por baixo do estrutura metálica e entre os dentes. Lembre-se de escolher fio dental encerado, que desliza com mais facilidade e não agride a gengiva.

Reserve um tempo para realizar a limpeza
A higienização bucal nunca deve ser feita às pressas e para quem usa aparelho, o tempo necessário é ser maior. A recomendação de dentistas é despender, pelo menos, dois minutos com a escovação, além do tempo para passar fio e usar enxaguante bucal. O ideal é reservar de cinco a dez minutos para realizar a limpeza bucal.

Os usuários de aparelhos ortodônticos devem consultar seu dentista mensalmente para garantir que ajustes necessários sejam feitos no tempo correto e o tratamento possa ser eficaz. Adquirir um convênio odontológico para acompanhá-lo durante o tempo em que usar o aparelho faz a diferença para manutenção dos resultados, pois é sinônimo de qualidade de atendimento e economia.

Leave a Reply