Dente de leite escurecido: saiba o que pode ser

 

Tão pequenino, tão lindinho, mas quando sorri… aquele dentinho escuro é sempre motivo de tristeza para os pais. Afinal, os traumatismos dentários são muito comuns na primeira infância e, na maioria dos casos, atingem os dentes da frente. Esse dentinho em tom cinza, roxo ou amarronzado está sempre lá, protagonista nas fotos das festinhas de aniversário. Mas por que aparece um dente de leite escurecido? Provavelmente, trata-se de uma sequela de uma lesão traumática, como fratura ou deslocamento dental. A alteração na cor no dente é, em geral, uma resposta da polpa ao trauma sofrido. A notícia boa? O dente ainda está no lugar e vai ser substituído na troca da dentição.

Veja também porque colocar selantes dentários é uma boa ideia, clicando aqui.

A recomendação dos dentistas é de que qualquer traumatismo seja tratado como urgência. Sendo assim, o odontopediatra deve ser imediatamente consultado para que seja feita a avaliação clínica e radiográfica do dente afetado.

Possíveis causas de um dente de leite escurecido

Em um traumatismo dentário, pode acontecer um sangramento intrapulpar temporário, tornando o dente de leite escurecido logo após o trauma. Porém, em alguns casos, a mudança de cor se dá depois de algumas semanas. Isso pode indicar que aconteceu uma hemorragia no interior da coroa e na raiz do dente.

Você conhece as tonalidades de dentes que existem? Clique aqui e descubra.

Por esse motivo, é tão importante o acompanhamento de um profissional, para avaliar se houve ou não necrose pulpar. A presença desse sinal clínico aponta para a necessidade de se realizar um tratamento de canal.

Quando a tonalidade do dente se torna acinzentada ou amarronzada, é mais provável que se trate de uma situação transitória. Ou seja, o dente pode até voltar à sua cor normal depois de alguns meses. Nesse caso, o sangue é reabsorvido e o tecido pulpar é reparado naturalmente.

Por outro lado, a tonalidade arroxeada pode indicar a presença de bactérias na câmara pulpar, pós hemorragia. Esse é um alerta de possível necrose pulpar, o que já não é tão comum em dentes decíduos.

E se o dente de leite escurecido não é devido a nenhum traumatismo?

O mais frequente é que a mudança de cor no dente se deva a um trauma direto. Isso ocorre devido a quedas, acidentes ou por alimentos duros, como pirulitos e balas. Porém, em alguns casos, podem ocorrer situações extraordinárias em dentes decíduos:

Cáries – quando a cárie se forma na parte inferior ou por trás do dente, sem apresentar o aspecto característico da cárie.

Uso de medicamentos – antibióticos, por exemplo, podem causar como efeito colateral um dente de leite escurecido.

Infecção na polpa do dente – a ocorrência de pulpite dificulta a circulação de sangue, escurecendo o dente.

Como deve ser feito o tratamento em um dente de leite escurecido?

A alteração de cor pode ser transitória ou persistente, e nada pode ser feito nesse sentido. Apenas o acompanhamento clínico e radiográfico será necessário para o tratamento, para avaliação da evolução do quadro.

Entretanto, se durante esse acompanhamento for diagnosticado o aparecimento de fístulas e abcessos, é preciso uma atenção maior. É provável que um tratamento endodôntico seja proposto, podendo ocorrer até mesmo a necessidade de extração do dente.

De qualquer forma, quando chegar o momento, esse dente de leite escurecido vai ser substituído pelo dente permanente.

Cuidados para evitar traumatismos dentários

O Guia de Prevenção para Traumatismos em Dentes de Leite, da UFMG, traz algumas boas orientações para pais e mães. Segundo o guia, os dentes de leite são essenciais, pois guardam o lugar dos permanentes. Quando ocorre uma perda precoce, pode prejudicar a estética, a fala e a estrutura do rosto.

Por isso, alguns cuidados são muito importantes:

  • Prefira locais de recreação de terra, areia ou grama;
  • Muita atenção com bordas de piscinas;
  • Bicicletas, patins e patinetes devem ser usados com equipamentos de proteção;
  • Janelas altas devem ter grades e telas protetoras;
  • Os pratos e talheres infantis devem ser de plástico ou emborrachados;
  • Escadas e móveis com quinas requerem bastante cuidado;
  • Escolha bem os calçados das crianças, para evitar escorregões.

Atenção com os dentes de leite

Para que a saúde bucal da criança esteja em dia, a higienização é regrinha básica. A escovação com escova e creme dental adequados à idade e o fio dental devem seguir a frequência dos adultos. Além disso, o acompanhamento odontopediátrico é fundamental para acompanhar a dentição da criança.

Da mesma forma, em caso de acidentes ou de aparecimento de um dente de leite escurecido, procure imediatamente o dentista.

Você sabe o que é sapinho? Clique aqui para saber se sapinho em bebês representa perigo.

Proteja seus pequenos dos acidentes, mas se aquele dentinho escuro surgir, pode contar com os planos odontológicos da Uniodonto Uberlândia. Nós temos as melhores coberturas, com os menores preços. Contrate online e sem burocracia!

Leave a Reply