Você sabia que mais de cinco milhões de dentes são perdidos anualmente em decorrência da prática de esportes? Os dados são resultados de uma pesquisa publicada na revista “Sports Health” e revelou que atividades de contato físico e de muita tensão podem levar a traumas dentários. Atletas profissionais e amadores devem ser acompanhados por um profissional especializado em odontologia esportiva.

O cirurgião-dentista designado para acompanhar esportistas atua com foco preventivo e multidisciplinar. O objetivo é melhorar o rendimento do atleta por meio da saúde bucal além de tratamentos emergências. Confederações, clubes, academias e eventos esportivos têm investido neste profissional para garantir a saúde de seus atletas.

Como a odontologia esportiva atua?

Os cuidados bucais de cada atleta devem ser pensados de acordo a modalidade esportiva praticada. O cirurgião-dentista deve fazer um diagnóstico completo da saúde bucal do paciente e monitorar a estrutura dos dentes, doenças e fraturas com o objetivo de melhorar o rendimento do esportista.

É importante salientar que a odontologia esportiva não se restringe a apenas prevenir e tratar eventuais lesões. Dentes e mandíbulas desalinhados, por exemplo, comprometem a eficiência respiratória do paciente e, por consequência, o rendimento do atleta devido à oxigenação insuficiente (fôlego curto). O cirurgião-dentista tem a responsabilidade de identificar este problema e corrigi-lo.

O profissional também trabalha em conjunto com nutricionista para garantir a alimentação saudável e monitorar a ingestão de isotônicos (que podem danificar a camada de esmalte dos dentes) e psicólogo. Outra atuação da odontologia esportiva é monitorar a prescrição de remédios e substâncias que não sejam proibidas, evitando casos de doping.

 

Você pode se interessar também:

Como é uma consulta odontopediátrica?

Conheça as principais especialidades em Odontologia

15 males que podem ser evitados com consultas regulares ao dentista

Como funciona a perícia em plano odontológico?

 

Protegendo a boca de lesões

O principal instrumento que protege os atletas de traumas orofaciais é o protetor bucal, aparelho feito sob medida para se encaixar perfeitamente a estrutura de cada boca. Este acessório protege os dentes, gengivas e articulações bucais e faciais de eventuais batidas e quedas. Em esporte de intenso contato físico, como as diversas modalidades de lutas, o uso do protetor é obrigatório. Os adeptos da maratona, ciclismo, atletismo e entre outros também devem ficar atentos devido ao risco de tropeços e quedas.

Quando a atividade física exige muita concentração, o uso do acessório também é indicado. A ansiedade criada no momento da prática do exercício refletir na tensão e força exagerada na mandíbula, afetando a musculatura da face e que sustenta os dentes.

Para atletas amadores, também é recomendado o acompanhamento com um profissional especialista em odontologia esportiva ou avisar seu dentista da prática de esportes para que este possa de orientar corretamente quanto cuidados e prevenção.

Leave a Reply