Qual é a anatomia de um dente?

anatomia de um dente

No blog do NUEPE, Núcleo de Ensino, Pesquisa e Extensão do Departamento de Biologia Celular da UFPR, consta um ótimo vídeo que mostra a evolução da dentição humana ao longo dos anos. É interessante observar a sequência normal de nascimento, queda e reposição dos dentes na boca humana. No total, 32 dentes habitam nossa cavidade bucal, metade em cada arcada. Porém, quatro deles muitas vezes nem chegam a nascer, ou pode ser necessária a sua retirada. São os últimos molares, conhecidos como dentes do siso. Mas, como é um dente por dentro? O que significa dizer, por exemplo, que houve um desgaste no esmalte do dente? O que é o canal, cujo tratamento tantas vezes nos aterroriza? Afinal, qual é a anatomia de um dente?

Existem duas fases na dentição:

  • A princípio, as crianças, desde os seis meses até os seis anos, possuem os decíduos, ou dentes de leite
  • Logo depois, dos seis aos doze anos, convivem com uma dentição mista, devido a troca dos dentes de leite pelos permanentes. 
  • Por fim, a partir dos dezesseis, podem começar a sentir os sinais dos sisos, que são os últimos a nascer. 

Logo, em um adulto com boa saúde bucal permanecem, então, entre 28 e 32 dentes, até a velhice.

 

Veja também:

5 curiosidades sobre dentição humana

Hábitos para reduzir risco de câncer bucal

Por que tenho dentes amarelados?

Como aliviar a dor de dente?

 

Função dos dentes

As principais funções dos dentes são fazer a mastigação dos alimentos, dar estrutura e forma à face e auxiliar na emissão dos sons da fala. Cada dente possui seu par na arcada oposta, e cada arcada é espelhada, com a mesma formação dos dois lados da boca. Eles estão fixos no interior dos ossos da maxila e da mandíbula e a articulação de suporte recebe o nome de gonfose.

Mas os 32 dentes humanos também possuem funções específicas, por grupo:

Incisivos (8) – dentes da frente da boca. Servem para cortar os alimentos.

Caninos (4) – estão nas laterais dos incisivos. Suas funções são prender e rasgar os alimentos.

Pré-molares (8) e Molares (12) – são os dentes após os caninos até o fundo da boca. Servem para triturar os alimentos.

Anatomia de um dente

anatomia de um denteOs dentes são compostos por diversos elementos como sais minerais, cálcio e fósforo principalmente, magnésio e flúor. Cada dente possui uma coroa e uma, duas ou até três raízes.

Coroa

A coroa é a camada dura do dente e sua superfície pode apresentar duas ou mais protuberâncias. De fato, seu formato define a função dos dentes. É revestida pelo esmalte, que é a parte mais mineralizada e resistente do dente. Abaixo dele está a dentina. O conjunto protege a cavidade pulpar e tem uma coloração que varia de branco a amarelo. Dessa forma, a cor dos dentes depende da espessura do esmalte, da idade e do estilo de vida do indivíduo.

Esmalte

Fosfato de cálcio, fosfato de magnésio e fluoreto de cálcio compõem o material do esmalte. Apesar de muito duro, pode ser danificado quando não há uma higiene bucal adequada.

Dentina

Está posicionada abaixo do esmalte, é macia, mais escura e possui menos minerais em sua composição. Quando uma cárie atravessa o esmalte, atinge a dentina e pode chegar à polpa do dente.

Polpa

A polpa contém vasos sanguíneos, nervos e tecido conjuntivo em sua constituição, formando um tecido mole no meio do dente. Quando atingida, provoca dores e desconforto, e pode ser necessário o tratamento de canal. Esse procedimento consiste na retirada da polpa, quando esta está danificada, infeccionada ou morta. Na sequência do tratamento, o local deve ser totalmente limpo, preparado e preenchido, vedando o canal.

Raiz

As raízes possuem um revestimento chamado cemento, que atua da mesma forma que o esmalte, porém abaixo da linha gengival.

Gengivas

São como prolongamentos das membranas mucosas da boca, compostas de tecidos moles que cobrem o osso. De coloração rosa, envolvem o encontro em dentes e osso, formando uma barreira protetora. A inflamação das gengivas chama-se gengivite e, quando atinge o osso, recebe o nome de periodontite.

Os dentes são estruturas complexas e únicas no corpo humano, cuja composição só é encontrada na cavidade oral. Sua função vital faz com que a higiene bucal e a prevenção estejam entre os cuidados básicos de saúde.

Manter uma rotina diária de limpeza eficiente e uma boa frequência de consultas com um dentista é fundamental. Afinal, a anatomia de um dente mostra que ele foi criado para durar por toda uma vida. Cabe a nós cuidar e preservar.

Faça sua adesão a um dos planos odontológicos da Uniodonto Uberlândia e fique tranquilo. Sua saúde bucal e seu orçamento financeiro agradecem. Visite o site e contrate online o melhor plano dentário para você e sua família.  

 

Leave a Reply