Você sabe o que é tártaro? Tomara que não

O tártaro é, por definição, a calcificação da placa bacteriana. Ou seja, o acúmulo de placa é a base do problema, e atinge os dentes e margens da gengiva. A placa bacteriana, ou biofilme dental, é uma massinha formada por bactérias que habitam sempre em nossas bocas. Ela se desenvolve, então, quando estas bactérias se aproveitam dos restos de alimentos, como açúcares e carboidratos. Portanto, os resíduos que permanecem na boca depois das refeições ajudam a produzir ácidos. Por isso, a higienização frequente é tão necessária.

Você conhece as principais especialidades da odontologia?

Como se forma a placa bacteriana

Todos os seres humanos desenvolvem a placa, pois estas bactérias estão sempre presentes na boca.

Porém, se a placa bacteriana não for eliminada, há risco de inflamação da gengiva, provocando inchaço, vermelhidão e sangramento. Esta gengivite pode evoluir para uma doença periodontal, colocando os dentes em perigo.

Dessa forma, é preciso removê-la antes que isto aconteça ou que ela endureça. Quando endurece, a placa se transforma em cálculo dental, conhecido como tártaro. E, então, remoção do tártaro já não é uma tarefa tão simples.

Para reduzir a placa bacteriana, recomenda-se sobretudo uma escovação adequada durante 2 minutos, pelo menos 3 vezes ao dia. Para complementar, é indicado o uso do fio dental diariamente.

Pode-se prevenir a sua formação também com uma alimentação correta, com redução de alimentos açucarados ou compostos de amido.

Como reconhecer o tártaro

Para verificar a existência de cálculo nos dentes, basta olhar pelo espelho. Ao contrário da placa bacteriana, ele é visível entre os dentes ou próximo à gengiva. Em alguns casos, o acúmulo dele pode empurrar a gengiva e causar sangramento.

O tártaro pode ser visto nos dentes formando regiões opacas com irregularidades e formações minerais de cor amarelada ou marrom. Isso pode acontecer, por exemplo, nos encontros dos dentes ou entre os dentes e a gengiva.

O acúmulo de tártaro proporciona um ambiente propício para novas placas bacterianas, e um risco de afecções periodontais. Ele pode se apresentar de duas formas:

Supragengival – De cor amarelada, é visível acima da margem gengival e é removível facilmente.

Subgengival – Possui uma cor escura ou esverdeada e se concentra por baixo da margem gengival, ficando invisível à observação. Tem, dessa maneira, uma consistência mais dura e está mais agarrado à superfície do dente.

Como fazer a limpeza do tártaro

Uma vez que o tártaro esteja instalado, só pode ser removido por um dentista. Existem 4 técnicas de limpeza dental utilizada por profissionais:

Limpeza padrão

A remoção do tártaro e da placa é feita utilizando jatos de bicarbonato, extratores de tártaro, curetas e ultrassom odontológico. O procedimento fica a critério do profissional. Após o procedimento de limpeza, é feito um polimento e aplicação de flúor.

Desbridamento de boca cheia

É semelhante ao procedimento padrão, porém acrescido de uma aplicação de irrigação antimicrobiana por baixo da gengiva. É uma limpeza extensiva, recomendada, portanto, nos casos em que a limpeza comum seria insatisfatória.

Você conhece os benefícios da odontoestética?

Aplainamento de raiz e dimensionamento de profundidade

Mais que um procedimento, é um tratamento indicado para casos onde já há alguma doença periodontal. Além da remoção de tártaro e placa, e de irrigação antimicrobiana, é feita uma aplicação de antibióticos nos locais necessários. Procede-se também ao aplainamento da raiz, suavizando sua superfície e possibilitando mais rapidez na cicatrização. Além disso, utiliza-se anestesia local.

Você sabe como agir nas consultas odontológicas durante a pandemia?

Limpeza periodontal

É uma extensão do tratamento anterior, nos casos em que os resultados não foram os esperados. Portanto, o dentista realiza esse tipo de limpeza apenas nos locais afetados e com a utilização de anestesia.

Considerando todo o desconforto que tratamentos deste nível podem trazer, é, pois, altamente desejável que não sejam necessários. Afinal, é bem melhor que apenas a limpeza padrão seja suficiente. Para tanto, recomenda-se que a profilaxia seja realizada pelo menos 2 vezes por ano.

Visite o site da Uniodonto Uberlândia, contrate o seu melhor plano odontológico e risque a palavra tártaro do seu dicionário.

Leave a Reply