Ciência do Sorriso: por que sorrir é um santo remédio?

By 21 de novembro de 2018 março 13th, 2019 Notícias

A ciência do sorriso já descobriu a dinâmica do sorriso, os benefícios, o sorriso ideal, as técnicas de sedução, o sorriso dos animais e a diferença entre um sorriso verdadeiro e um sorriso amarelo.Um estudo feito pela Universidade Wayne, em Michigan, Estados Unidos, com um grupo de esportistas da Liga de Baseball americana de 1952, chegou à seguinte conclusão: quanto mais largo o sorriso genuíno de uma pessoa, maior a sua expectativa de vida.

Quem já não percebeu uma súbita melhora de humor na presença de pessoas positivas e sorridentes? O sorriso inspira confiança, descontrai e aproxima as pessoas. Isto todo mundo sabe. Mas o melhor é que, ao perceber a importância do sorriso em diversas áreas, cientistas resolveram estudar o assunto.

 

Existe motivação maior para sorrir?

 

A ciência do sorriso nos mostra que o sorriso traz imensos benefícios à nossa saúde mental, espiritual e física, interferindo de maneira positiva no funcionamento dos sistemas respiratório, cardiovascular e imunológico.

Ao sorrir, uma série de eventos favoráveis ocorre em nosso corpo, ativados pela produção de endorfina. A endorfina é um neurotransmissor responsável pelos nossos estados de humor e a sua liberação na corrente sanguínea estimula o relaxamento e a liberação de tensões.

De acordo com os estudos da ciência do sorriso, alguns benefícios do sorriso são comprovados.

Benefícios físicos

 

  • Aumento da expectativa de vida – ao provocar o relaxamento, o sorriso agiliza o sistema imunológico, aumentando a proteção e a resposta a doenças.
  • Rejuvenescimento – O movimento de sorrir exercita a musculatura do rosto, melhorando a elasticidade da pele e combatendo a flacidez.
  • Redução da pressão arterial – bons sorrisos aumentam o fluxo de sangue, diminuindo a pressão nas artérias.
  • Aumento do nível de HDL – sorrir, rir e gargalhar elevam o nível do HDL, que é conhecido como colesterol bom, no sangue.
  • Exercício para o cérebro e remédio para a dor – o sorriso estimula o cérebro, que passa a liberar endorfina e serotonina, que provocam sensação de prazer e felicidade e reduzem a dor.

 

Provavelmente, a maior importância do sorriso é a sua ação sobre os agentes anti-inflamatórios e imunológicos, prevenindo as doenças mais críticas, como infarto, derrame e câncer.

 

 

Benefícios sociais e interpessoais

 

  • Aumento da produtividade – uma pessoa bem humorada, de sorriso fácil, descontrai o ambiente organizacional e tem menos faltas por motivos de saúde.
  • Melhoria nas relações sociais – este é um benefício óbvio. Todos sabemos que sorrisos estreitam relações sociais. Um sorriso espontâneo gera empatia e ativa bons sentimentos e otimismo.

A importância do sorriso segundo a Ciência do Sorriso

 

Sorrir eleva o astral e a autoestima, aumenta a confiança e diminui o sofrimento. Um sorriso, além de provocar uma sensação de bem estar em quem sorri, contagia outras pessoas, passando uma imagem de leveza e paz.

Em resumo, sorrir é a maneira mais gostosa de cuidar da saúde e conquistar qualidade de vida, configurando-se num poderoso remédio para o corpo, a mente e o espírito.

Além disto, muito mais do que ser bom para a saúde e desestressante, é um gesto bonito. Sorrir faz bem a quem sorri e a quem recebe o sorriso. É contagiante e agradável. E pode ser considerado um cartão de visitas. Para tanto, devemos procurar encontrar o nosso sorriso perfeito.

E o que seria um sorriso perfeito?

De maneira simples, o sorriso perfeito é aquele que vem do coração. Sorrir genuinamente, de forma generosa e sincera, demonstra uma atitude positiva e calorosa, que embeleza o sorriso e a vida.

Porém, um boa estética colabora muito com a harmonia do rosto ao sorrir. Os cuidados com os dentes e com a higiene bucal, incluindo o fio dental, são indispensáveis. Dentes claros e limpos e lábios bem tratados melhoram ainda mais.

Alguns truques simples podem ajudar na conquista de um sorriso perfeito:

  • Esfoliar os lábios suavemente com a escova de dentes e mantê-los hidratados;
  • Cuidar do contorno da boca com um pouco de polpa de aloe vera ao dormir;
  • Evitar bebidas escuras ou lavar a boca imediatamente após consumi-las;
  • Evitar usar os dentes para abrir garrafas ou embalagens.

 

E então? Gostou do texto? Então abra um sorriso e veja mais conteúdos interessantes:

http://uniodontouberlandia.com.br/4-maneiras-de-facilitar-a-ida-de-criancas-ao-dentista/

http://uniodontouberlandia.com.br/sofrendo-de-boca-seca-experimente-estas-3-dicas/

http://uniodontouberlandia.com.br/7-mitos-sobre-tratamento-odontologico-na-terceira-idade/

http://uniodontouberlandia.com.br/conheca-as-principais-especialidades-em-odontologia/

 

Leave a Reply