Sobrepeso é fator de risco para cáries?

 

A relação entre sobrepeso e cárie dentária é objeto de vários estudos no Brasil e no mundo. Porém, ainda não existe um consenso sobre a influência da obesidade na formação de cáries. O que se sabe é que a cárie dentária e a obesidade são, ambas, doenças multifatoriais relacionadas aos hábitos alimentares. Portanto, o cuidado com a alimentação é a estratégia mais adequada para reduzir ou minimizar essas ocorrências. O principal fator de associação entre essas duas situações é, especialmente, o consumo de açúcares e salgadinhos.

 

Veja também:

Saúde bucal da família: além da escovação

Hora do check-up anual: 4 vantagens em contar com a cobertura de um plano odontológico

Qual é a idade certa para obter dentaduras?

 

Deve haver, dessa maneira, uma preocupação com a promoção da saúde dentro do núcleo da família. Isso significa observar aspectos educacionais e ambientais, tanto para os adultos quanto para as crianças. O incentivo ao estabelecimento de uma dieta adequada e atividade física é melhor forma de prevenção de problemas na saúde.

Sobrepeso e a ocorrência de cáries proximais

A cárie proximal é aquela que ocorre entre os dentes. Alimentos muito pegajosos tendem a grudar no encontro entre os elementos dentários. De modo geral, podemos considerar a alimentação inadequada como um dos fatores de aumento de peso. Da mesma forma, essa também é a responsável pelo acúmulo de resíduos entre os dentes e formação de placa bacteriana.

Associada a uma higiene bucal inadequada, a placa instalada entre os dentes é a causa da formação da cárie proximal. A escova dental é ineficiente nesses casos e não alcança essas regiões. Isso significa que a remoção deve ser mecânica, realizada frequentemente pelo fio dental.

A limpeza com o fio dental deve ser feita até remover toda a massinha branca que fica entre os dentes. Pode ocorrer sangramento, caso haja inflamação na gengiva causada pela placa bacteriana. Mesmo assim, o fio dental deve ser usado, pois é a melhor forma de evitar o desenvolvimento do quadro infeccioso.

Ampliar os intervalos entre as refeições e aumentar a ingestão de água também ajuda no combate às cáries proximais.

Associação entre fatores nutricionais, sobrepeso e cáries dentárias

 

Pode se estabelecer uma tendência à presença de problemas nutricionais no aparecimento da obesidade e dos problemas bucais. O elevado consumo de alimentação rica em carboidratos e açúcares provoca aumento de peso e aumenta a fermentação na boca.

Pipocas, batatas chips e salgadinhos são facilitadores de formação de cáries, pois se transformam em uma massa pegajosa. Esse material penetra entre um dente e outro, dificultando a higienização. Além disso, o hábito de comer com frequência, repetidas vezes durante o dia, torna o processo de limpeza muito trabalhoso.

 

A importância da prevenção e da higienização

Prevenção é a palavra mágica quando se trata de saúde. Alimentação saudável, atividade física e bastante água são as principais medidas preventivas de vários problemas em nosso corpo. Os lanches entre as refeições, especialmente os açucarados ou pegajosos, devem ser evitados.

Limpeza é fundamental, pois os resíduos alimentares são petiscos para as bactérias da boca, que produzem ácidos que atacam os dentes. A higienização com a escova dental deve ser feita, no mínimo, três vezes ao dia. Porém, se é costume fazer um lanchinho entre as refeições, deve-se aumentar a frequência da escovação.

O uso de fio dental deve ser diário e, assim como a escova, deve ser adequado para cada pessoa.  Os instrumentos de limpeza devem ser indicados para o tipo de arcada e o formato dos dentes. Afinal, devem alcançar todos os esconderijos dos restos de alimentos.

A higienização dentária deve ser feita sem pressa e de forma correta.

Acompanhamento profissional previne o sobrepeso e as cáries dentárias

Por fim, tão importantes quanto os cuidados diários, são as consultas aos especialistas. Evitar o sobrepeso pode prevenir inúmeras doenças, como a obesidade, o aumento da pressão arterial e o diabetes. O melhor caminho é consultar um bom profissional e seguir as orientações médicas.

Quanto às cáries dentárias, as visitas regulares ao dentista para profilaxia e avaliação, são fundamentais. O exame periódico identifica sinais patológicos antes que problemas bucais se estabeleçam, e deve ser feito a cada seis meses.

Cuide-se! O sobrepeso pode não ser um fator de risco comprovado para cáries, mas indica inadequações em sua rotina. Mantenha sua saúde em dia, um rigoroso cuidado com os seus dentes e cultive um sorriso saudável e confiante.

Conheça a Uniodonto Uberlândia. Faça seu plano odontológico e tenha os melhores dentistas à sua disposição.

 

Leave a Reply